Casamentos Babies & Kids Casa & Decor
Topo

Navegue como ou

Decoração rosa e amarela

As borboletas amarelas são parte importante da vida de Bia desde o seu nascimento, representando muitas coisas boas pra ela. Por isso, elas não podiam faltar na sua festa de 15 anos!

A decoração, assinada por Bruno Zani da Cenográphia, misturou pink (a cor favorita da aniversariante) ao amarelo, que resultou em um ambiente alegre e super descontraído. Logo na entrada, os convidados foram conduzidos por um túnel de projeção da BiodelicFornecedoresBIODELICSom & IluminaçãoSão Paulo, São Paulo (Capital)Leia mais, que criou a imagem de um jardim onde centenas de borboletas sobrevoavam um jardim francês – já que Paris é a cidade preferida da Bia. Durante a valsa, uma revoada de borboletas amarelas foram soltas!

O espaço também ganhou uma divisão entre adultos e jovens. Assim, os mais velhos contavam com lugares para que pudessem jantar sentados; enquanto os mais novos ficavam em grande lounge, mais próximos do palco. Abaixo, todos os detalhes:

festa-15-anos-decoracao-cenographia-01 festa-15-anos-decoracao-cenographia-02 festa-15-anos-decoracao-cenographia-03 festa-15-anos-decoracao-cenographia-04 festa-15-anos-decoracao-cenographia-05 festa-15-anos-decoracao-cenographia-06 festa-15-anos-decoracao-cenographia-07 festa-15-anos-decoracao-cenographia-08 festa-15-anos-decoracao-cenographia-09 festa-15-anos-decoracao-cenographia-10 festa-15-anos-decoracao-cenographia-11 festa-15-anos-decoracao-cenographia-12 festa-15-anos-decoracao-cenographia-13 festa-15-anos-decoracao-cenographia-14

Foto: Rafael Cruz | Local: Jockey Club de São Paulo | Assessoria: Bel Benkler | Decoração: Bruno Zani (Cenográphia) | Mobiliário: Festah | Flores: Cenográphia | Videomapping: BiodelicFornecedoresBIODELICSom & IluminaçãoSão Paulo, São Paulo (Capital)Leia mais | Buffet: Charlô | Bolo e doces: Nininha Sigrist | Brigadeiros: Alessandra Ieva 

4 Comentários

  1. Alessandra Rosa Teixeira 5 de Março de 2015

    Estremamente feliz e agradecida com a delicadeza e bom gosto que Bruno Zani projetou o sonho dos 15 anos da minha filha Mabi Teixeira!! O Jockey era pura magia no mundo das borboletas amarelas!!! Obrigada Bruno Zani!!! Obrigada Bel Benkler!!!

  2. Alessandra Rosa Teixeira 5 de Março de 2015

    Sou mãe da debutante Mabi Teixeira, que vocês publicaram através do decorador Bruno Zani.
    Quero agradecê-los pelo carinho!
    Vou contar a história da borboleta amarela para que vocês entendam o quanto esse momento significou nas nossas vidas.
    Tenho 25 anos de casada, demorei 10 anos pra conseguir ser mãe. Engravidei de trigêmeos. No primeiro mês perdi um. Fiquei de repouso para segurar a gestação da Mabi e do irmão dela. Eles foram feitos em Fertilização In-Vitro. Não eram univitelinos. no sexto mês de gestação, com 26 semanas, rompeu a bolsa do Juninho. Fui levada às pressas para Ribeirão Preto. Segurei por mais 4 dias a gestação. No dia 12/12/1999, às 3;04 da manhã a Mabi nasceu. E la chorou assim que saiu da minha barriga. Já o Juninho não chorou. Eles nasceram lindos, ela com 32 cm e 835 gr; ele com 34 cm e 895 gr. Ali começou a minha luta. a Mabi estudou com 24 horas. O Juninho não. Ele foi a óbito, com 8 dias de vida, com um Derrame. Foquei sem chão. Uma dor tamanha me consumia. Juntei forças para dar tchau pra Mabi no hospital para ir sepultar o irmão. O único momento que pude pegar meu filho nos braços foi pegando o caixão dele e colocando dentro da sepultara. Dor maior do mundo. Chegando do cemitério liguei para saber da Mabi. A enfermeira disse que era pra eu ficar tranquila, que tinha havido uma intercorrência, mas tudo estava sob controle. Desliguei o fone, e eu e meu marido seguimos de volta, desesperados para Ribeirão Preto. Chegando na cidade, pedi ao meu esposo que antes me levasse na Igreja de São Sebastião. Dobrei meus joelhos e de mãos abertas, supliquei a Deus pela vida da minha Mabi. Em desespero, chorando muito, pedi a Deus que não tirasse minha filha de mim. Eu não aguentaria tamanha dor. Disse ainda: “Pai, por favor me ouve, me da um sinal que você esta me ouvindo; eu preciso sentir tua presença. Em segundos uma linda borboleta amarela pousou na minha mão. Assim nasceu a história da borboleta amarela. Eu fui para o hospital agradecida e confiante que minha filha ia sobreviver. E Deus não me abandonou. Hoje ela está uma linda moça de 15 anos, linda por fora e maravilhosa por dentro. Quer ser Pediatra, por isso estuda no Colégio Vértice. Quer fazer uma boa faculdade para ser uma excelente profissional.
    Obrigada a você que está lendo tudo isso.
    Vocês vivem da beleza e achei que essa história, a MABI, é uma verdadeira beleza, dada por Deus, que supera qualquer outra forma de beleza!
    Um grande abraço a você! E a Constance meu respeito e consideração pela brilhante mulher que é!
    Com carinho,
    Alessandra Rosa Teixeira

    • Constance Zahn 6 de Março de 2015

      Alessandra,

      Estou com os olhos cheios de lágrimas!

      A história da borboleta amarela é linda, obrigada por dividir conosco!

      Que benção poder celebrar os 15 anos da Mabi com essa festa linda! Que Deus continue iluminando a vida de vocês!!

      Beijo grande,

      Constance.

  3. Vilma F. Haddad 17 de Março de 2015

    Lágriminhas , amiga e comadre amada. Fui testemunha dessa página da sua vida, só não sabia da borboleta. A Bia realmente é uma bênção, para vcs e para todos nós. Agradeço a Deus pela bênção de te lá como afilhada. Bjinhos de luz no coração de todos. A festa foi realmente maravilhosa, um conto de fadas, para uma Princesa linda e iluminada. Saudadessss

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *